Pessoal | Afro-lusitana

novembro 10, 2014

Hoje reparo que, já não sei o que responder quando perguntam o que sou. Se digo que sou portuguesa, corrigem-me quase automaticamente com Africana. Se digo que sou africana, comentam com De africana não tens nada!. Fico sem jeito com ambas as situações. 

Eu sou Portuguesa sim, nasci em Portugal e fui educada com a cultura portuguesa, é em Português que penso e sonho, foi a primeira língua que aprendi a falar, ler e escrever. Na escola, aprendi a história de Portugal, orgulhei-me das conquistas lusitanas e fiquei triste com as derrotas e só quem me conhece sabe o quanto amo este país, que me viu crescer. Sim, sou patriota, do pior que há, acreditem. No entanto, não pensem que é por assumir-me como Portuguesa que sou, que nego as minhas origens, não. Orgulho-me da cor que tenho, das minhas feições, das minhas origens Cabo-Verdianas e Angolanas. 

Quem automaticamente rotula-me como africana rapidamente, pergunta se sei falar criolo, com resposta negativa passam para o kimbundo, mais uma resposta negativa. Perguntam-me pela gastronomia angolana, que não aprecio e depois passam para a cabo-verdiana, que apesar de gostar, não morro de amores. Perguntam-me pela Ilha de Sal, Santo Antão, São Vicente ou até mesmo pelas cidades de Maputo e Luanda, locais que nunca fui. Perguntam-me pelas tradições, mitos e histórias de bruxas ou fantasmas e desiludidos desistem de, através de mim, saber mais sobre o continente africano. 

Sobre esses países, só as histórias, já gastas pelos anos, que os meus pais (tios, primos e avós) contaram (e contam) vezes e vezes sem conta, sem nunca se cansarem. Claro que um dia, quando tiver possibilidades para isso, vou querer conhecer estes países, correr todos esses sítios que os meus familiares contam com saudade, vou querer conhecer a rua em que a minha mãe cresceu e a escola que estudou! Mas até lá, continuarei a ser a afro-lusitana que não conhece os seus países de origem.

You Might Also Like

26 comentários

  1. Se nasceste em Portugal é normal que saibas mais daqui do que de lá, mas acredito que se te fazem essas perguntas não é por mal e sim por curiosidade.

    ResponderEliminar
  2. e espero que esse dia chegue em breve e que nos constes tudo acerca de como foi :D

    e pelas tuas palavras pareces ter ainda mais orgulho neste país que muitos que são de cá inteiramente e parecem preferir não ser. gostei muito disso!

    ResponderEliminar
  3. Só tens que te orgulhar das tuas origens. Não interessam os rótulos

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Um dia vais conseguir conhecer e talvez te apaixones por cada um deles como te apaixonaste por Portugal assim que nasceste :)

    ResponderEliminar
  5. É normal que não conheças visto que nasceste cá :)

    ResponderEliminar
  6. Nao sabia que eras afro-lusitana, que giro ^^

    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Que giro! Mas as perguntas das pessoas devem ser chatas bah :p também tens um cabelo assim lindão como o da boneca da imagem? :)

    ResponderEliminar
  8. Eu acho super interessante quando as pessoas têm "diversas origens". Acho que as torna muito mais completas, cultas e de certo modo interessante. Pois conhecem de modo geral um conjunto de culturas e costumes diferentes :)

    ResponderEliminar
  9. Espero que um dia tenhas a oportunidade de visitar esses países! :)

    ResponderEliminar
  10. É bom saber mais de ti neste post :)
    Um dia hás-de conhecer tudo isso

    ResponderEliminar
  11. desde que gostes da pessoa que és, é o que te interessa :)

    ResponderEliminar
  12. Já te sigo à tanto tempo e só agora é que soube que és afro-lusitana :o
    Um dia vais conhecer as tuas origens*

    ResponderEliminar
  13. Afro-Lusitana, tens tudo para ser exótica eheheh


    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  14. O que interessa é o conteúdo...de resto está tão em voga o termo cidadão do mundo...

    ResponderEliminar
  15. Que giro, desconhecia isso sobre ti :P

    ResponderEliminar
  16. Acima de tudo temos de acabar com rótulos, és aquilo que sentes e os outros não tem nada a ver com isso! Belo texto!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  17. Só tens de te orgulhar de quem és! Serás uma afro lusitana linda, de qualquer das maneiras!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Que engraçado! Eu também não sou totalmente Portuguesa, nasci na Alemanha, vivi lá 6 anos, apenas nasci lá porque os meus pais imigraram mas decidiram vir embora para que eu pudesse começar a escola em Portugal. Sabia falar maravilhosamente Alemão (melhor que os meus pais) mas infelizmente fui burra e desaprendi com o passar do tempo... Mas mesmo assim adoro o meu país,Portugal, a Alemanha foi como um país emprestado para nascer e também quero lá voltar um dia...
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  19. também adorava aprender mais sobre a cultura e visitar todos esses sítios ! e moçambique .. o meu pai era moçambicano , apenas nasceu lá e viveu uma parte da infância ! E não sei bem como , eu acabei por vir com um cabelo todos aos caracóis e cheio de volume, mas de cor? só tenho assim alguns primos "pretinhos/mulatinhos", no entanto por causa do meu cabelo, na escola as minhas amigas próximas chamavam-me "Afro girl" haha :)

    ResponderEliminar
  20. de que cor é a tua pele? :)

    r: oww, obrigada <3

    ResponderEliminar
  21. Não sabia que eras mulata :)
    que giro ! :)

    r: Não fazia ideia que tinha isso xD
    Vou ver se tiro que também odeio isso xD

    ResponderEliminar
  22. Se és portuguesa não é por teres descendência angolana e cabo-verdiana que tens de saber a história desses países :)

    ResponderEliminar
  23. Um dia hás-de conseguir ir conhecer esses locais tão falados pelos teus familiares :) Tenho uma amiga que é de São Tomé e Príncipe e que veio para Portugal com 1 ano. Ela também desconhece as tradições e a história do seu país, aquilo que sabe foi contado pelos pais dela :)

    ResponderEliminar
  24. Portugal é o teu pais, és nascida e criada cá, és Portuguesa. As tuas raízes é que são angolanas, os teus antepassados. As pessoas às vezes fazem perguntas um bocadinho ignorantes :b

    ResponderEliminar

Subscribe