Universidade | O traje académico

setembro 16, 2015

Ensinaram-me que o traje académico é um símbolo de igualdade, que esbate as diferenças causadas pelos estatutos social e económico dos estudantes. Trajados somos todos iguais e o que realmente nos destinge é a nossa inteligência e personalidade. Sempre que trajei respeitei o meu traje na integra. Por isso, faz-me confusão ver, em particular raparigas, mal trajadas e a desrespeitar o traje académico. 

Nos últimos dias do ano lectivo, assim como nos primeiros, é normal ver bastantes estudantes universitários trajados, mas pela quantidade de raparigas que vejo mal trajadas, parece que se tornou normal desrespeitar o traje. Trajam de brincos, piercings, maquilhadas, elásticos coloridos, unhas pintadas, pulseiras, saias mais curtas do que deviam e com malas de senhora. Claro que nunca vi uma rapariga com isto tudo junto, mas por norma as mal trajadas têm duas/três dessas coisas bem evidenciadas. Desrespeitar o traje implica desrespeitar os vossos colegas, os vossos veteranos, os vossos caloiros e também a vossa instituição de ensino. Muitas acabam por dizer que veterano A ou B deixou trajar de brincos e pulseiras ou que na sua instituição de ensino não ligam muito a essa coisa da pasta preta e que têm mesmo de levar mala porque têm de levar a casa para a faculdade, a verdade é que a leviandade destes veteranos leva à repetição cega de más práticas.

Não é suposto encarar o traje como uma brincadeira, não é look que usamos quando acordamos atrasadas e não sabemos o que mais vestir. O traje académico é tradição, é respeito, é orgulho e se não sentem nada disto quando acabam de vestir o traje e se olham no espelho, o melhor é mesmo trocarem de roupa.

You Might Also Like

23 comentários

  1. Como não minha casa não podemos trajar de brincos, pulseiras/anéis/colares, cabelo amarrado (ou com ganchos), unhas pintadas e maquilhadas, faz-me sempre confusão quando vejo isso nos outros.
    Bem sei que cada casa tem as suas regras, mas há coisas que continuarei a não perceber.

    r: Muito, muito obrigada *.*

    ResponderEliminar
  2. Eu gosto quando vejo estudantes trajados :)

    ResponderEliminar
  3. "Admiro" principalmente aquelas que, de traje, têm a cara cor de laranja da base! Enfim.. *

    ResponderEliminar
  4. É preciso ter muito orgulho quando se veste o traje. Orgulho no que se traz vestido e no que representa! Ainda passo a mão pelo meu de vez em quando...

    ResponderEliminar
  5. Não fazia ideia que havia regras a cumprir, a minha irmã nunca usou muito o dela.
    Tenho um novo desafio no meu blog, participa se gostares da ideia :)

    ResponderEliminar
  6. "Trajam de brincos, piercings, maquilhadas, elásticos coloridos, unhas pintadas, pulseiras, saias mais curtas do que deviam e com malas de senhora."

    Unhas de gel de 30 cm choca-me!

    ResponderEliminar
  7. E quem fala assim não é gago :p
    Agora a sério, compreendo-te. Mesmo não ter ido à praxe nem ter padrinho/madrinha etc., sempre me senti na obrigação de respeitar o traje e por isso é que antes de trajar li e reli o regulamento da minha faculdade e nunca trajei com acessórios, unhas pintadas, malas de senhora, basicamente tudo o que disseste. E também já vi alminhas assim e achei de mau gosto.
    Fazia e faço questão se seguir as regras porque lá está a ideia do traje é sermos todos iguais.

    ResponderEliminar
  8. Sem dúvida que o traje é algo que deve ser respeitado!

    bjxxx

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente como todas as tradições, anda a ser severamente atacada porque as pessoas já não sabem o que é respeito...

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  10. " O traje académico é tradição, é respeito, é orgulho e se não sentem nada disto quando acabam de vestir o traje e se olham no espelho, o melhor é mesmo trocarem de roupa." Penso exactamente o mesmo! E odeio ver quando alguém o "desrespeita".

    ResponderEliminar
  11. não tenho grande opinião formada sobre esse assunto mas tenho plena noção que há quem traje só para parecer bem

    ResponderEliminar
  12. Nunca comprei o traje nem nunca sequer foi algo que me interessasse! x

    ResponderEliminar
  13. aplaudo de pé esta publicação! penso exatamente o mesmo

    ResponderEliminar
  14. Adorei este post!
    Tens toda a razão!
    Eu vou para o segundo ano, comecei a trajar à pouco tempo mas respeito o traje. Não estico nem coloco espuma no cabelo, quando uso elástico é preto. Tenho piercing no nariz e na orelha, sendo que tapo sempre o do nariz com adesivo e o da orelha só tapo quando ando de cabelo caçado porque com ele solto nem se vê o percing. Na minha "casa" a saia quer-se pelo joelho e é assim que uso.
    Quanto a unhas, tenho unhas de gel, até aqui sempre que trajei tapeias com pensos ou adesivos mas esta semana vou tirá-las, primeiro porque sinto que para as aulas não me vão dar muito jeito e segundo porque os pensos nos dedos não fica nada bem!

    ResponderEliminar
  15. Entendo o teu ponto de visto mas honestamente não concordo a 100%

    ResponderEliminar
  16. Gostei imenso de ler a tua opinião, realmente acho que tens toda a razão.
    Mas já se sabe como é que a sociedade é, infelizmente.

    Beijinhos, Beatriz ♥
    http://beatriz-pedrosa.blogspot.pt/2015/09/fall-means-new-pairs-of-shoes.html

    ResponderEliminar
  17. Eu já vi na minha faculdade uma que estava de brincos, maquilhada, pulseiras, bolsa, unhas pintadas de traje e fiquei completamente chocada! A rapariga não andou na praxe mas no mínimo devia respeitar o traje! Faz-me muita confusão que em Coimbra as raparigas usem óculos de sol com o traje, saias curtas e andem só em camisa.

    ResponderEliminar
  18. Nunca ninguém me ensinou as regras para trajar porque não fui praxada, mas quis comprar o traje e vesti-lo com orgulho por isso fiz questão de me informar junto de quem sabe bem as regras :)

    ResponderEliminar
  19. Sem dúvida que é algo que se deve respeitar!

    bjxxx

    ResponderEliminar
  20. Sou da mesma opinião , assino por baixo ;)

    ResponderEliminar

Subscribe