Eu devia estar louca

março 30, 2016

Tenho todas as publicações, que alguma vez já escrevi, neste blogue. Nos rascunhos deste blogue e confesso que de tempos em tempos gosto de as ler. Gosto de ver as datas, de saber o que estava a fazer, mas principalmente o que estava a sentir. Dor. Confesso que, aqueles que considero serem os meus melhores textos estava a sentir dor. Muitos deles foram escrito de rompante com lágrimas nos olhos, dedos trémulos e com o cérebro a mil. 

Mas depois há outros, em que seu sei o que estava a sentir, mas não sei no que estava a pensar quando os escrevi, na volta não estava sequer a pensar em nada é que juro, há textos que não fazem sentido nenhum, eu devia estar, no mínimo, louca quando fiz os escrevi. É que nem eu, quando os leio, pela milésima vez, os entendo. Giros, são. Sentido, não têm... mas no final até soam bem. 

You Might Also Like

21 comentários

  1. por vezes também gosto de dar uma espreitadela ao que escrevia há uns tempos atrás ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu também gosto de, às vezes, passar pelo meu antigo blogue e ler o que tenho para lá :)

    ResponderEliminar
  3. Cada texto reflete um momento. E há momentos que só fazem sentido mesmo nessa altura =P

    Givaway no blogue

    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Na altura, de certeza, fizeram-te todo o sentido

    ResponderEliminar
  5. Revi-me neste tempo porque sinto o mesmo! Antes de excluir o meu blogue que durou mais tempo, fiz o download dele em pdf e de vez em quando abro o ficheiro para ler os posts mais antigos. Gosto de ler e descobrir as diferenças :)

    ResponderEliminar
  6. Gostei tanto do teu post, adoro a forma como escreves.
    É verdade que por vezes nem as nossas palavras têm sentido mas afinal é isso mesmo que faz um bom texto ou um texto especial.

    Beijinhos, Beatriz ♥
    http://beatriz-pedrosa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Os textos que são escritos com dor, digo por experiência própria, são os que ficam mais intensos, mais bonitos.
    Beijinhos querida, bom domingo! *

    ResponderEliminar
  8. Os artistas, sobretudo na área da música, costumam dizer que as suas melhores criações nasceram nas piores fazes de "dor de corno".
    É natural que quem cria um blog com a finalidade de expressar sentimentos controversos, em fases de sofrimento, acabe por escrever os melhores textos enquanto vai enxugando as lágrimas.
    Eu dantes escrevia tudo no Word e guardava numa pasta, para mais tarde recordar. Mas eram recordações tão tristes que, um dia, após já ter acabado dois ou três blogs daquela fase, decidi apagar tudo.
    Já basta o sofrimento presente, não é preciso estar sempre a verter lágrimas por um passado que não vamos conseguir mudar. Mudanças fazem-se no presente, com vista a melhorar o futuro. Do passado só gosto de guardar as coisas boas. Às vezes não resistimos e há dias em que o passado vem espreitar. Afinal não é fácil passar uma borracha no passado...

    ResponderEliminar
  9. Acontece-me o mesmo, na maioria das vezes penso "que publicação desinteressante" xD

    ResponderEliminar
  10. obrigada pelo comentário <3
    às vezes não conseguimos transmitir bem aquilo que estamos a pensar, é normal ficares confusa a reler algumas coisas antigas :p

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Hehehehe é que muitas vezes escrevemos mais com a emoção que com a razão. Mas é bom reler isso né.
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderEliminar
  12. eu acho que os melhores textos sao aqueles que tem realmente um sentimento por tras... sinto o mesmo que tu quando leio alguns textos meus de ha uns anos atras

    ResponderEliminar
  13. Normalmente, é quando estamos a sentir-nos mais emotivos que nos sabemos exprimir melhor, por isso é normal que aches que os teus melhores textos eram de quando estavas a sofrer. Além disso, temos uma necessidade maior de desabafar quando estamos mal do que quando estamos bem. Se estamos bem, estamos bem e ponto, não sentimos que precisamos de partilhar esse sentimento da mesma maneira. Mas experimenta escrever qualquer coisa num dia em que estejas super feliz (= pode ser que quando releres o que escreveste, daqui a uns tempos, fiques agradavelmente surpreendida

    ResponderEliminar
  14. É como se fosse um congelamento, não de imagens mas de memórias escritas com palavras, eu também sou assim, escrevo imenso e adoro reler. :)
    Os melhores textos vêm sempre quando estamos mais "sensíveis"
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  15. Isto é tão eu, nos dois sentidos ahah

    ResponderEliminar
  16. Também sou assim! Os meus textos preferidos são sempre os que surgiram em momentos se aflição... Também não consigo encontrar sentido em algumas coisas que escrevi, não sei bem porquê... Foi um aconchego ao coração ver este post.

    ResponderEliminar
  17. Devias fazer uma copia das publicações para não as perderes! Isso é precioso! e esses textos que te saem do coração são os melhores!

    ResponderEliminar
  18. Acho que manter um blog em forma de "diário" é sempre uma excelente ideia para nos manter a par de tudo aquilo que se vai passando!
    Grande beijinho,
    Madalena

    www.maadalenaaa.blogspot.com

    ResponderEliminar

Subscribe