Testes Com Consulta

novembro 04, 2016

No mundo universitário ter testes com consulta é frequente. No decorrer da minha licenciatura apenas tive três unidades curriculares que permitiam a consulta no momento da avaliação, no entanto, agora no mestrado esta prática começa a ser mais frequente. Confesso que não sou grande fã de provas com consulta, por dois motivos: primeiro porque a quantidade de matéria parece sempre não ter fim e segundo porque o tempo da prova é sempre muito limitado e não permite fazer uma prova em condições. 

Não tenho muita prática nesta área, mas já fiz provas deste género suficientes parar errar e aprender com os meus erros. Sempre que saía de um teste, acrescenta ou ajustava alguma destas coisas, para que o próximo corre-se melhor e neste momento já tenho um conjunto de itens que considero úteis e que decidi partilhar com vocês, espero que vos seja útil.

Antes da avaliação

O que se pode levar

Este primeiro ponto, normalmente é referido pelo professor da cadeira em questão e caso não seja perguntem. Há professores que apenas deixam levar material impresso, facultado por eles; outros que deixam levar livros, apontamentos entre outras coisas exceto material eletrónico; por fim há os que deixam levar tudo, até mesmo computadores e/ou tablets desde que, durante a prova estes não estejam conectados à internet.

Estudar

Este ponto parece obvio, mas a verdade é que há pessoas que, por a avaliação ser com consulta, se descuida muito nesta parte. Não subestimem esta parte, afinal devem estudar como se fosse para uma avaliação sem consulta. Estudem com antecedência, façam o que costumam fazer quando estudam para uma avaliação dita normal. Se fizerem exercícios, façam-nos de uma maneira organizada para que os possam levar para a prova.

Como organizar o que vão levar

A preparação para uma avaliação deste género deve começar cedo. Depois de saber quais os materiais que podem levar, comecem a prepara-los.

  • Numa primeira fase, reúnam os materiais que podem levar. Pesquisem por artigos ou documentos que vos possam ser úteis, imprimam tudo o que tenham a imprimir, tirem fotocopias, requisitem ou comprem livros. E caso possam levar material eletrónico, criem uma pasta para o efeito e deem um nome compreensível, para vocês, aos documentos.
  • Assim que tiverem os materiais que necessitam, leiam-nos! Façam uma triagem para ver se todo o que têm é mesmo necessário ou se estão a levar coisas a mais - muitas pessoas pensam que não há mal nenhum levar coisas a mais, a verdade é que na hora H quanto mais coisas vocês tiverem mais tempo vão demorar a encontrar o que querem, vão ficar mais stressados e isso diminui a capacidade de raciocínio de qualquer pessoa.

  • Aproveitem que estão a passar o que vão levar para a prova a pente fino e que estão a estudar e sublinhem as coisas mais importantes, façam resumos, gráficos, tabelas, mapas e/ou tudo o que costumam fazer quando estão a estudar para uma prova sem consulta.

  • Façam o vosso próprio índice. É muito fácil fazer um índice quando se está a estudar, assim que terminem de estudar um tema escrevam o titulo numa folha branca e à frente onde o podem encontrar, se nos apontamentos, se num livro (escrevam qual e em que paginas). O objetivo é localizarem os temas o máximo que conseguirem para que durante a prova, saibam exatamente onde procurar as coisas.

Durante a avaliação

Giram bem o tempo

A duração das avaliações não aumenta porque esta é com consulta. É necessário gerir muito bem o tempo no decorrer da prova. O que eu faço neste tipo de avaliações é:
  • Assim que recebo a prova começo a fazer só as perguntas que sei e assinalo com uma bola todas as que não sei ou que tenho dúvidas - não faço consulta nenhuma.
  • Volto ao inicio e começo a responder as perguntas assinaladas com a bola - já recorro à consulta.
  • Caso tenha tempo, volto novamente ao inicio e começo a confirmar, com a consulta as perguntas que fiz.

Confiem em vocês

Não sei se é só comigo, mas a verdade é que eu perco muito a confiança em mim quando estou a fazer uma prova com consulta. Na verdade parece que perco a capacidade de raciocínio ao saber que a resposta pode estar algures no livro ou nos apontamento que levei. Não há mal nenhum em estar e em ir procurar a resposta, mas imaginando que não era permitido levar nada eu ia dar uma resposta e ao ter estudado estaria certa ou parcialmente certa. Ou seja ao confiarmos mais em nós mesmos, acabamos por perder menos tempo à procura das coisas.

São estes os pontos que sigo sempre que tenho um testes/exame com consulta. Costumam ter testes com consulta? Há alguma dica que queiram adicionar à minha lista?

You Might Also Like

46 comentários

  1. Fiz meia dúzia de testes assim (se não menos) no Secundário. Por um lado é bom mas na minha opinião não testa realmente a nossa capacidade.

    ResponderEliminar
  2. Na minha opinião, a organização é o mais importante.
    Por norma, os estudantes ficam aliviados quando o teste é com consulta e esquecem-se que, como é com consulta, existem fortes probabilidades de a dificuldade aumentar ainda mais.

    ResponderEliminar
  3. Uma licenciatura inteira, e eu só tive um teste com consulta!
    Não acho que sejam mais fáceis, normalmente sao muito mais trabalhosos.

    ResponderEliminar
  4. Não sou nada fã de testes de consulta, confesso

    ResponderEliminar
  5. nunca tive deste tipo de testes mas, sinceramente, acho que não quero! tenho sempre aquela ideia de que serão mais difíceis por ser permitido consultar, além de que os professores são mais severos a dar as notas porque "ah e tal, era com consulta, não há desculpa para errar" :/
    beijinhos, Noelle :) http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. «study like Hermione» é muito muito bom!

    ResponderEliminar
  7. Por acaso nunca tive hipótese de fazer um teste destes :)

    THE PINK ELEPHANT SHOE // facebook // instagram //

    ResponderEliminar
  8. Um excelente post!
    Como nunca frequentei uma faculdade, não sabia que tal coisa era possivel e até me faz um pouco de confusão, pois acho que devemos estar sempre preparados para uma avaliação. Sei que se calhar a matéria deve ser pelo menos duas vezes mais que no secundário, e há que estudar muito. Mas já tenho a mesma opinião que tu, sabendo que a resposta está mesmo ali, à mão de semear, por vezes pode fazer com que não estejamos seguros com a nossa resposta.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Dicas maravilhosas, temos que relaxar na véspera! Nada de tentar estudar mais

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderEliminar
  10. Por incrível que pareça estou agora a acabar o relatório final do meu curso e nunca tive um teste com consulta. Apesar disso, este post parece bastante útil e interessante!! :)
    Beijinhos querida**

    ResponderEliminar
  11. Frequências com consulta foram uma constante durante a minha licenciatura, em três anos tive meia dúzia de frequências que não foram com consulta. E estas dicas são óptimas! Sem dúvida que tens de estudar à mesma antes e no meu caso nós podíamos levar tudo o que queríamos.

    ResponderEliminar
  12. Nunca gostei de testes com consulta...

    ResponderEliminar
  13. Para mim era um pavor e cheguei a uma altura, na faculdade, que não levava nada e corria melhor. Atrapalhava-me e queria dizer tudo, não controlava o tempo e tamanho de respostas. Boas dicas

    ResponderEliminar
  14. Por acaso nunca paniquei muito em testes com consulta. Levava tudo bem resumidinho por tópicos. Gostei muito das dicas, também fazia assim :D
    Beijinhos ❤
    EVENING BREEZE

    ResponderEliminar
  15. Primeiro preciso elogiar o blog, super giro! Adorei, parabéns.
    Segundo (rs), adorei o post, achei um conteúdo legal, cheio de dicas que muitas vezes passam despercebidas. Um beijo.
    Esteticando-se

    ResponderEliminar
  16. Nunca fiz nenhuma prova com consulta! Mas são boas dicas, caso algum dia tenha que fazer :)

    http://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Sem dúvida que vais ajudar imenso com estas dicas, o post está excelente!Obrigada por partilhares :)
    Beijinho.

    missweetie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Adorei as dicas, usava todas nos tempos que estudava... mas sinceramente já não tenho saudades nenhumas!
    Este post vai dar imenso jeito a imensas meninas!
    Segui o teu blog*
    XoXo
    http://omundodajesse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. Bem, conto no próximo ano ingressar no mundo universitário e se assim for e no caso de ter alguma avaliação com consulta tenho a certeza que estas tuas dicas me vao ser uteis. Beijinho. 😊😊

    ResponderEliminar
  20. Tenho poucas provas com consulta, principalmente porque no meu curso a teoria é algo que só está mesmo nas sebentas dos professores e precisamos mesmo de saber sem olhar, Matemática tem mesmo muito teoria, mas nada que possamos consultar num teste. Contudo, no secundário tive cinco ou seis e usei as técnicas que aqui dizes, inclusive o índice. Acho que é das coisas que mais falta faz: organização durante um teste deste género. Afinal, se formos para lá sem saber onde encontrar as coisas, o teste pode tornar-se um verdadeiro pesadelo e bem pior do que um "normal".
    Quanto à confiança, este é um ponto que temos de ter em conta em qualquer tipo de avaliação, seja a nível académico como profissional. Muda tudo.
    Estive a ler os teus textos mais antigos e estou a gostar muito. Mesmo.
    Beijinhos e continuação de um excelenteeee trabalho!

    ResponderEliminar
  21. Óptimos conselhos, já lá vai o tempo em que fazia exames mas seguia algumas dessas dicas! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  22. O tempo de estudante por aqui já passou à muito tempo!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  23. Acho que confiança é a realmente a dica mais importante de todas pra ir bem nos exames né ♥ ótimas dicas!

    Beijão,
    Quase Mineira

    ResponderEliminar
  24. Confesso que não tenho saudades nenhumas desta fase :p

    ResponderEliminar
  25. Dicas ótimas para quem ainda estuda ou está querendo voltar a estudar.


    Beijos/Xoxo.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fan Page Coisitas e Coisinhas
    Instagram

    ResponderEliminar
  26. Nunca fiz nenhum teste de consulta mas teria imenso medo! Normalmente são muito mais rigorosos e mais matéria e teria medo de me perder.


    xx, http://neverforgottenmercury.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  27. Excelentes dicas mas a melhor de todas é nós mesmo termos confiança tal como indicas no último ponto! :)

    ResponderEliminar
  28. A coisa mais importante para mim em testes de consulta é saber onde esta a informação que quero porque o tempo é mesmo limitado e quanto mais direta for a procura de informação melhor.
    Alexnadra

    ResponderEliminar
  29. Atualmente eu faço um curso que permite provas com consulta e realmente eu acabo me descuidando com os estudos de antes do teste. Ótimas dicas.

    ResponderEliminar
  30. Já faz tempo que não faço testes, mas gostei muito das suas dicas, são muito úteis!
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderEliminar
  31. Adoro as dicas! Apesar de eu não ter de estudar nem ter testes nem exames. É tudo prático! :D

    http://free-colors.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  32. Nunca tive um teste de consulta, nem agora no ensino superior nem anteriormente (:

    ResponderEliminar
  33. As provas com consulta costumam ser tricky! Felizmente só tive umas duas no secundário, até agora não me apareceu nenhuma no ensino superior :)
    LA VEINE

    ResponderEliminar
  34. Confesso que também não sou muito fã de testes de consulta. Parece que nunca sei bem que informação hei de pôr.. Mas ao contrário de ti, agora no mestrado tenho muito menos testes deste género. Aliás, ainda não tive nenhum!
    Kiss, Mariana Dezolt
    Messy Hair, Don’t Care

    ResponderEliminar
  35. Era o tipo de testes que dispensava, não só são mais difíceis como davam comigo em doida felizmente só tive uns dois ou três!

    Beijinhos, Hellen ❤
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  36. Que óptimas dicas.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt/2016/11/sorteio-100-em-compras-na-zaful-looks.html

    ResponderEliminar
  37. Ótimas dicas. Devemos estar sempre preparados para estes testes sendo de consulta ou não. Certa vez uma professora disse que o nosso teste ia ser de consulta (eu estudei como se fosse para um teste normal). Na hora, ela disse que metade do teste seria de consulta e outra metade não. Eis, que vale sempre a pena dar uma vista de olhos. Gostei do conceito do blog.
    https://entre-ele-e-ela.blogspot.com

    ResponderEliminar
  38. No meu primeiro semestre de Letras, só tive uma prova com consulta: a de Teoria da Literatura I. Éramos autorizados a levar apenas os contos que seriam usados na prova, mas não nossas anotações e textos teóricos. Ou seja, acabou que só usei a consulta para checar o nome dos personagens e nada mais hahhahaha Mas suas dicas são realmente muito úteis! Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderEliminar
  39. ótimas dicas! Mas aprendemos que com cada professor é uma forma, e sempre apanhamos na primeira prova, até nos acostumarmos. Tem provas por exemplo, que não adianta ter mil doutrinas sobre o assunto e resumos completissimos se não tiver o caderno de aula. Amei amei o post.

    Beijos.


    Jovens Mães

    ResponderEliminar

Subscribe