Blogging

julho 06, 2017

Não vou especificar nenhum pois já passei por mais blogues do que os dedos de uma só mão conseguem contar, mas desde que tenho blog que é um perigo estudar no computador. Chamem-lhe falta de disciplina, de auto-controlo, o que quiserem, mas é-me mesmo muito difícil ligar o computador e resistir ao botão cor de laranja que tenho no canto superior esquerdo do ecrã - o atalho para este pequeno mundo. Ou pelo menos era difícil resistir. 

blog blogging women pc

Eu já não me recordo de quanto anos de blogger tenho, são muitos, acreditem e no inicio do mês passado adicionei mais um. Mas hoje não quero falar dos anos que tenho de blog nem de tudo o que aprendi com a blogo muito menos de tudo o que a blog já me trouxe. O que eu quero realmente dizer é que durante toda a minha vida académica eu fui muito assídua aqui na blogo. Houve um ano em que consegui publicar duas vezes ao dia! Hoje nem três publicações por mês sou capaz de fazer.


Mas afinal, o que mudou?


Em primeiro lugar as minhas prioridades. 

Claro que eu nunca pus o blog em frente à minha licenciatura, isso nunca esteve em causa, mas hoje em dia em ponho a minha média do mestrado em frente a este pequeno mundo. Percebem a diferença?


A própria blogosfera.

Com tudo na vida, claro. Mas sou a única que notou que se, por um lado, a blogo está mais exigente, por outro está muito igual? A melhor remessa de blogues que a blogo já teve está em vias de extinção, claro que falo dos blogues pessoais que estavam na moda há uns anos atrás. Quase todos eles anónimos e todos eles escritos com o coração na ponta dos dedos. Todos eles cheios de emoções, histórias, sentimentos (bons e maus) e amores correspondidos (ou não) e ainda assim eram todos tão diferentes entre si. Oh Saudade! Hoje em dia parece que estamos mais preocupados com a estética do blog, com o «será que a frase está gramaticalmente 100% bem formulada?» e não com a originalidade do blogue, com aquele je ne sais quoi que nos prendia a um blog até de madrugada a ler as publicações de rajada como se de um livro se tratasse. Na verdade, hoje parecemos todas umas magazines grátis, damos dicas sobre tudo e mais algumas coisa, partilhamos experiências gastronómicas ou receitas, falamos sobre moda ou maquilhagem e por ai... "estamos", "parecemos", contra mim falo gente, pois afinal, neste momento é esse o registo do meu blog. (Segunda publicação que faço contra mim, se calhar está na altura de parar para pensar)



O registo do meu blogue.

Confesso é muito mais fácil escrever uma publicação com o coração que uma sobre dicas do que quer que seja, certo meninas? Mas oh Mó, volta a escrever com o coração, se é isso que queres! A verdade é que não consigo conciliar o melhor destes dois mudos: escrever com o coração, sair do anonimato. A verdade é que eu saia que o registo do blog ia e tinha de mudar quando decidi sair do anonimato.


Só a título de curiosidade, eu estou em época de exames e como disse acima este mundo acaba por ficar para segundo plano, mas o outro dia senti saudades e fui à lista de leitura ler blogues (porque sim, blogger que é blogger gosta de ler também os outros blogues) e apenas uma publicação cativou-me a ponto de ler a publicação completa. «A rapariga do autocarro» era esse o nome da publicação mas já não sei qual blogger escreveu. Todos os outros... Foram isso mesmo, os outros. Sabem quando estão a ler uma revista e pensam «leio este artigo depois» ou «então mais isto não saiu na edição do ano passado?», percebem onde quero chegar?

Eu não quero, de maneira nenhuma, ofender nenhum blogue em especial, ou um grupo. Eu só sigo os blogues que gosto, mas actualmente estão todos muito idênticos, falta o twist pessoal. E eu noto que também o meu está dentro dessa categoria. 

E agora estou a pensar, será que é mesmo este o caminho que quero seguir com o meu blog? Eu quero continuar a ter um blog? Eu consigo e tenho vontade de conciliar a minha vida actual com o blog?

Quando o assunto é blog, as perguntas não têm fim. E eu não sei bem como, mas vou ter de ver e chegar a uma conclusão acerca do caminho que quero seguir com o blog. Vou só ali organizar a minha vida de blogger e já vos digo alguma coisa. 

You Might Also Like

19 comentários

  1. É tão isto!!
    Gostava tanto quando era raro um blogue não ser anónimo e mesmo quando não era não havia ligação às outras redes sociais então tínhamos as fotos e o nome mas mais nada. E os blogues eram todos pessoais, havia tanta história de amor e desamor.
    Talvez por isso é que tenho tanta dificuldade em encontrar um blogue que goste e me cative a longo prazo.
    O que quer que decidas não desapareças aqui! És das minhas bloggers preferidas :(

    ResponderEliminar
  2. Mónica, eu concordo e discordo contigo. Acho que um blog deve ter uma categoria, especialmente para não confundir quem lê. O meu blog é desses, de dicas, mas o que estou a fazer é a passar o meu conhecimento e a minha experiência com os produtos. Estou a falar do que sei. Sinto-me um pouco ofendida (não contigo óbvio), mas com a blogosfera no geral, que agora teima em generalizar tudo desta forma. Para começar, porque quem tem um blog deste género, tem o dobro do trabalho - a analisar ingredientes, pesquisar sobre os produtos e sobre o tema - e depois porque só lê quem quer.
    Quem pretende ler um blog pessoal, que o leia. Eles existem, o problema é que não são blogs que se estejam constantemente a auto-divulgar. Quem pretende um blog de dicas, força. De culinária? Existe. DIY's? Também. Ainda bem que as coisas são assim, porque desta forma, existe um produto para todos os gostos. É apenas a minha opinião obviamente e desculpa o desabafo linda, mas pronto, saiu-me. Já é a quarta ou quinta vez esta semana que me sinto uma 'fotocópia' pelas palavras de outras pessoas e sei perfeitamente que não é a vossa intenção ofender, óbvio. Mas fico tocada.

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
  3. Honestamente consigo perceber-te mas acho que o truque é fazeres e escreveres o que te apetece, sem te definires. Ou definires o teu blogue. Fico à espera. Mas à espera que regresses! :)

    ResponderEliminar
  4. Também sou desse tempo... (God, parecemos umas velhas a falar)
    Eu gosto bastante da partilha de informações que há, mas confesso que os meus blogs favoritos continuam a ser aqueles que, podem ter posts informativos, mas não deixam de ter textos pessoais e relacionáveis. Acho que é aí que está a alma de um blog.
    Talvez seja mesmo porque há uma pressão cada vez maior de dar a cara a um blog e aí haver medo de partilhar emoções íntimas.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. É importante mantermos um espaço que nos cative a ficar, que nos faça sentir que é aquele caminho que queremos que se construa aos poucos. As nossas prioridades vão mudando e isso também se reflete no blogue, assim como os nossos gostos.

    ResponderEliminar
  6. Concordo a 100% com tudo o que escreveste. E tenho saudades de quando as coisas eram mais cruas, mais pessoais e menos só para agradar a audiências. Enfim... Já vou em 8 anos como blogger e 12 de leitora e já vi a blogosfera passar por muitas fases. Esta não é de todo a minha preferida xD

    ResponderEliminar
  7. Sabes que eu acho que um blog é um sítio pessoal onde se partilha o que se gosta. Eu pelo menos vejo o meu blog assim. Quando me perguntam o tema do meu blog eu digo que é "experiencias pessoais". E isso engloba tudo. Desde a minha vida pessoal, a coisas que gosto, a coisas que não gosto. Sítios onde vou, sítios por onde passei. Agora se somos umas magazines ou sei lá o que, epá não sei. Sei que blogo aquilo que me apetece e acho que é assim que devia de ser :)
    Gostei muito do teu blog, estou a seguir! ;)

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  8. Já tenho o blog há tanto tempo que se tornou vício para mim...

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderEliminar
  9. Compreendo perfeitamente o teu ponto de vista!

    Beijinhos,
    Inês
    http://www.indiglitz.pt

    ResponderEliminar
  10. Não podia concordar mais! A blogo "de hoje" está, cada vez mais, a incomodar-me. Não é por mal, mas não sinto de todo a empatia que sentia anteriormente. É normal que hajam mudanças e evolução, mas sinto que a essência se perdeu um bocadinho e que os blogues se tornaram artificiais. O meu, às vezes, incluído. É triste!

    ResponderEliminar
  11. Concordo com você, existem muitos blogues iguais que não criam algo que possa atrair o leitor.
    Boa sorte nos exames!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderEliminar
  12. Identifico-me totalmente com o que aqui é escrito, já levo uns anos com o meu Chic Reaction (7...) e como as coisas eram diferentes !
    Já fui das que tive um fblog (semelhante ao fotolog que também tive mas não gostava tanto...), já tive um blog de desabafos de forma anónima. No fundo acompanhei este boom da blogosfera um pouco desde o início.

    Acho que as coisas acabam por tomar um rumo natural, aquilo com que hoje me identifico pode não ser o de amanhã, etc...

    Mas esta é a minha opinião e acho que há lugar para todos. :)

    CHICREACTION.com

    ResponderEliminar
  13. Wow falaste mesmo a verdade , maioria das pessoas na blogosfera se foca mais na estética e aparência ( nem todos obvio) e esquecem se de por conteúdos (texto) que reflete a sua personalidade!
    Boa sorte para organizar a tua vida enquanto blogger e fico a espera do teu proximo post! :)
    Beijinhos ,
    Xo ,Sabi

    ResponderEliminar
  14. Espero que esteja tudo a correr bem por ai, beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  15. Obrigada!
    Achei muito interessante teres falado nesse assunto! Também sou da mesma opinião. Apenas acrescento que há bloggers que tentam criar conteúdos novos e inovar, ser diferentes, enquanto há outras que se conformam com aquilo que têm e desde que tenham visualizações e colaborações... Não é uma crítica, é apenas a minha opinião.

    Com amor,
    sara

    priceless-ambition.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Realmente as nossas prioridades mudam e por isso entendo q hj vc não goste tto de bloggar qto antes, mas acredito q uma vez blogueira, nunca + se consegue sair desse mundinho pot completo, né?

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderEliminar
  17. Como é que durante a licenciatura conseguias manter-te tão activa por aqui? Era preciso uma boa capacidade de organização.

    ResponderEliminar
  18. Olá! Vim dar meu pitaco porque também me questiono muito sobre meus blogs.
    Acho que eventualmente ou sempre, sentiremos dúvidas e inseguranças a respeito dos nossos blogs.
    O importante é sermos sinceras e assim, com certeza, cativaremos nossos leitores.
    Existem blog e leitores de blogs de todos os tipos e todos vão se procurando e se encontrando. Tem espaço para todos os tipos de blogs e sempre existirá todo tipo de leitor.
    É certo que determinados assuntos fazem mais sucesso que outros e também sabemos que algumas coisas explodem como pólvora e logo desaparecem. Também é certo que a cultura vai mudando e tudo vai mudando junto, inclusive nossos blogs. Até nós mudamos ao longo do tempo!!!
    A Terra se move e tudo é mutável, então vamos seguindo neste feliz e eterno renovar.
    Boa sorte a todos
    Beijos
    Blog Selfie Nails
    Instagram - Facebook - Twitter

    ResponderEliminar
  19. Concordo contigo!
    Oh, a nostalgia! Também tenho imensas saudades desses tempos antigos da blogosfera, das pessoas que saíram entretanto, aah!

    ResponderEliminar

Subscribe